Excelência em comitês de auditoria

Os comitês de auditoria adquirem um papel cada vez mais importante como instrumento de gestão de riscos e elo de comunicação entre o conselho de administração, os auditores independentes e, de forma indireta, os acionistas das empresas.

Além de monitorar a integridade das demonstrações financeiras de suas organizações, eles vêm assumindo outras responsabilidades, como monitorar a função de auditoria interna e o processo de auditoria independente, o sistema de ética, os processos de gestão de riscos e controles internos e os programas de compliance.

São desafios que exigem uma composição adequada, processos internos bem elaborados, programas que fomentem condutas e comportamentos éticos, além de relacionamentos eficazes com a administração, a auditoria interna e os auditores independentes.

Nesta publicação, abordamos os requisitos necessários para que os comitês possam cumprir seu papel no que diz respeito à transparência e à integridade das informações divulgadas pelo conselho.

O material foi baseado em pesquisas, na experiência dos nossos especialistas e em discussões com membros de conselhos de administração e comitês de auditoria para conhecer melhor a realidade das empresas brasileiras nessa área e enriquecer o conteúdo apresentado.

Siga-nos