Fusões e Aquisições no Brasil - Outubro 2018

O mês de outubro encerra com 68 transações anunciadas, totalizando 538 transações em 2018, crescimento de 4% em relação ao mesmo período de 2017

No período acumulado de 2018 foram anunciadas 538 transações, 4% superior ao volume de 2017 (517 transações). No mês de outubro temos aumento de 28%, com 68 transações anunciadas, em relação ao mesmo período de 2017 (53 transações). 

O ano de 2018 apresenta sinais positivos da recuperação econômica do país. Com a definição das eleições presidenciais, temos o cenário econômico delineado para os próximos quatro anos, com perspectivas bastante positivas para as operações de M&A.

 

graph julho

Transações

imagem fusões julho
imagem fusões julho

 

A região Sudeste concentrou 66% das transações anunciadas no período acumulado até outubro de 2018

imagem fusões junho

A Região Sudeste consolidou 66% do interesse do investidor nos negócios anunciados (357 transações). No mesmo período de 2017 foram registradas 359 transações, redução de 0,6%.

No mês de outubro foram anunciadas 40 transações no Sudeste, aumento de 21% em comparação ao mesmo período do ano passado (outubro 2017 - 33 transações).

O Estado de São Paulo com 49% das transações anunciadas entre janeiro e outubro, representadas por 264 transações (2017 - 275  transações), sendo 204 negociações em São Paulo Capital e 60 transações em regiões no Interior de São Paulo.

Na Região Sul, foram efetuadas 72 negociações, 6% superior ao mesmo período de 2017 (68 transações).

Transações fora do Brasil representam 8% do total de transações concluídas em 2018, com 43 negócios (2017 - 37 transações).


O setor de TI continua sendo o setor de maior preferência de investimento com 21% do total transacionado

113 Transações, crescimento de 8% em relação a 2017 (105 transações)
21% do total transacionado

47 Transações, crescimento de 34% em relação a 2017 (35 transações)
8% do total transacionado

43 Transações, redução de 4% em relação a 2017 (45 transações)
8% do total transacionado

5 principais setores correspondem a 51% do total

Exemplos de transações - Top 5 setores anual

  • A CPPIB e a Adams Street Partners realizaram um aporte no valor de USD 85 milhões na Mutant, plataforma em soluções de atendimento ao cliente;
  • A gestora de fundos Astella realizou um aporte no valor de R$ 25 milhões na Omiexperience, desenvolvedora de software de gestão na nuvem.
  • A holding chinesa Tencent realizou a compra minoritária de 5% do banco digital brasileiro Nubank, pelo valor de USD 180 milhões;
  • As gestoras de recursos financeiros Flag e Modal Asset anunciaram a fusão de suas operações, criando a Novus Capital.
  • A Engie, companhia francesa de serviços e gestão de energia, realizou a aquisição da empresa catarinense de iluminação pública Sadenco, sem valores anunciados;
  • A especialista em energia eólica Echoenergia realizou a aquisição de portfólio de projetos eólicos em RN da Voltalia, sem valores anunciados.
  • O grupo Ambipar realizou a aquisição da britânica Braemar Response, especialista em resposta emergencial para acidentes marítimos, pelo valor de £ 0,774 milhão;
  • A Storymakers, agência da holding Clube de publicidade e marketing, e a plataforma de criatividade, “O Panda Criativo” anunciaram uma fusão.
  • O laboratório medicina diagnóstica Sabin realizou a aquisição da brasileira Medical Medicina Laboratorial e Diagnóstica, laboratório de análises clínicas, sem valores anunciados;
  • A Hospital Care, rede de hospitais, realizou a aquisição da clínica de diagnóstico Clinica Imagem e do Hospital Baia Sul, sediados em Santa Catarina, sem valores anunciados.

Exemplos de transações - Top 5 setores - Outubro 2018 

O grupo japonês Softbank realizou por meio do Vision Fund, seu fundo de investimento, um aporte no valor de R$ 400 milhões na startup brasileira Loggi, plataforma de solicitação de motoboy.

A Statkraft Energias Renováveis realizou a aquisição de 100% das ações de geradoras de energia EDP Pequenas Centrais Hidroelétricas e da Santa Fé Energia, pelo valor de R$ 704 milhões.

O banco brasileiro Itaú Unibanco, por meio de sua subsidiária ITB Holding Brasil Participações, realizou a compra minoritária de 2,08% de ações da instituição financeira chilena Itaú CorpBanca, pelo valor de R$ 365 milhões.

A Murphy junto com a Petrobras formaram uma joint venture no Golfo do México, envolvendo todos os ativos de exploração e produção de óleo pertencente a ambas nessa região.

A Accenture realizou através da sua subsidiária brasileira Accenture Interactive, a aquisição da brasileira New Content, agência de content marketing, sem valores anunciados.

Os investidores nacionais se colocam a frente dos investidores estrangeiros com 63% do total em aquisições e compras minoritárias

imagem fusões junho

Com 63% de participação nas transações anunciadas até o mês de outubro de 2018, investidores nacionais somam um total de 323 transações, crescimento de 17% quando comparado ao mesmo período de 2017 (276 transações).

Com 188 transações realizadas no período consolidado de 2018, os investidores estrangeiros regrediram 10% em relação ao mesmo período de 2017 (209 negociações).

Em 2018, as aquisições de controle majoritário estão 12% a frente do volume de 2017

Perfil de Transação Total Variação (%) 2017-2018
  2018 2017  
Aquisições 342 306 12%
Compras 169 179 -6%
Joint Ventures 6 4 50%
Fusão 13  16 -19%
Incorporação  7 12 -42%
Cisão   1 0 -
imagem fusões junho


Estados Unidos, França e Canadá foram responsáveis por 46% do total de transações envolvendo capital estrangeiro

EUA, França e Canadá: 46% de interesse em ativos brasileiros do total de transações estrangeiras

Nota: Não inclui acordos. Fonte: PwC.

Private Equity

No período acumulado até o mês de outubro de 2018, os investidores financeiros estiveram presentes em 113 transações, redução de 12% quando comparado ao mesmo período do ano passado (2017 - 128 transações). Sendo 64% investidores nacionais (72 transações) e 36% investidores estrangeiros (41 transações) em 2018.

No mês de outubro de 2018, os investidores financeiros estiveram presentes em 7 transações, redução de 53% quando comparado ao mesmo período do ano passado (2017 - 15 transações), sendo 57% investidores nacionais (4 transações) e 43% de investidores estrangeiros (3 transações) em 2018.

Das 15 transações anunciadas em outubro de 2017, 47% foi composto por investidores nacionais e 53% por investidores estrangeiros.

Transações selecionadas de outubro 2018

  • A compainha holandesa Vitol, que atua desde a refinaria até a distribuição de combustíveis, realizou a compra minoritária de 50% da RodOil, distribuidora de combustíveis sediada no Rio Grande do Sul, sem valores anunciados;
  • A private equity norte-americana H.I.G. Capital realizou a aquisição da brasileira Tecfil, fabricante de filtros automotivos, sem valores anunciados;
  • O Banco Bradesco realizou a aquisição de 65% da brasileira RCB Investimentos, subsidiária da norte-americana PRA Group, empresa que atua com gestão de fundos e recuperação de créditos, sem valores anunciados; 
  • A Petrovida, sociedade formada pela holandesa Vitol, e pelas petroleiras Africa Oil e Delonex, realizou a compra minoritária de 50% de participação societária na empresa Petrobras Oil & Gas BV, joint-venture sediada na Holanda com ativos na Nigéria e detida pela PIBBV, subsidiária da Petrobras, pelo valor de USD 1,530 bilhão;
  • O grupo francês Vicat, fabricante de cimento, concreto e agregados, realizou a aquisição de 65% da cimenteira Ciplan, sediada no Distrito Federal, pelo valor de USD 333,4 milhões;
  • A companhia norte-americana de tecnologia Trimble realizou a aquisição da paranaense Veltec, companhia especialista em telemetria, sem valores anunciados.
  • A Dotz, empresa brasileira de fidelidade por coalização realizou a aquisição da sua concorrente Netpoints, sem valores anunciados;
  • A Cultura Inglesa, escola de idiomas, realizou a aquisição da escola do mesmo ramo Britannia, no Rio de Janeiro, sem valores anunciados;
  • A Enforce, recuperadora de crédito do BTG Pactual, realizou a aquisição de uma carteira de créditos do Banco BVA, pelo valor de R$ 70 milhões;
  • A companhia brasileira de tecnologia para o setor financeiro Senior Solution realizou a aquisição da totalidade das quotas da mineira ConsultBrasil, fornecedora de softwares para o segmento financeiro, pelo valor de R$ 6,8 milhões;
  • A Anjos do Brasil, instituição que fomenta o crescimento do investimento-anjo, realizou um aporte no valor de R$ 525 mil na startup brasileira Manipulaê, desenvolvedora de plataforma para comunicação entre farmácias de manipulação e seus clientes;
  • O grupo editorial norte-americano Penguin Random House, da alemã Bertelsmann, realizou a compra minoritária de 25% do capital da editora Companhia das Letras, sem valores anunciados. Segundo nota, a Penguin passa a deter 70% de participação na empresa.

Casos selecionados; não é uma lista exaustiva. Não representa necessariamente as maiores transações anunciadas, mas uma abordagem combinada de relevância e tamanho da operação anunciada. Algumas transações sujeitas a análise e aprovação por parte de órgãos reguladores.

Transações selecionadas de janeiro a setembro 2018

  • Um investidor privado brasileiro realizou a compra minoritária de 22,5% dos negócios da Alpargatas na Argentina, que concentram a marca Topper, pelo valor de R$ 100 milhões;
  • Os fundos de investimento Eclipseon e Duxx Investimentos, junto com investidores privados, realizaram um aporte no valor de R$ 0,9 milhões na startup brasileira Poppin, plataforma de relacionamento social;
  • A brasileira Agrototal, atuante no setor de distribuição e comercialização de defensivos agrícolas, fertilizantes e sementes, realizou a aquisição de 100% da empresa brasileira Agro Ferrari, do mesmo setor, sem valores anunciados;
  • A gestora brasileira de fundos de investimentos DGF Investimentos liderou um aporte no valor de R$ 15 milhões na Concil, startup brasileira especializada em soluções de conciliação financeira, com soluções do mesmo segmento, sem valores anunciados;
  • Investidor privado brasileiro realizou a aquisição de 51% de participação no clube de futebol espanhol Real Valladolid pelo valor de  £ 27,2 milhões;
  • A empresa brasileira de distribuição de produtos farmacêuticos Elfa Medicamentos, realizou aquisição da também brasileira Dupatri Hospitalar, atuante no mercado varejista de medicamentos e materiais médicos.
  • A empresa holandesa AkzoNobel Chemicals realizou a aquisição da empresa brasileira Polinox, especializada em produção de peróxidos para a polímeros, sem valores anunciados;
  • A empresa Adama Brasil realizou uma compra minoritária de 30% de participação societária na empresa Foco Agronegócio, por meio de um aumento do capital social na empresa, sem valores anunciados;
  • A Rede D'Or realizou a aquisição da totalidade das quotas representativas do capital social do Hospital Samer, sem valores anunciados;
  • A empresa do setor de agrobusiness Origin Enterprises realizou a aquisição de 65% da Fortgreen Commercial Agrícola, especializada em soluções de fertilizantes para o agrobusiness, pelo valor de R$ 179 milhões, sediada no Paraná;
  • A empresa espanhola Mapfre realizou uma aquisição de 50% da BB Seguridade, empresa que reúne os negócios de seguros e previdência do Banco do Brasil, pelo valor de R$ 2,4 bilhões;
  • A private equity norte-americana Advent International realizou a aquisição de 80% do controle das operações do Walmart Brasil, sem valores oficiais anunciados.

Casos selecionados; não é uma lista exaustiva. Não representa necessariamente as maiores transações anunciadas, mas uma abordagem combinada de relevância e tamanho da operação anunciada. Algumas transações sujeitas a análise e aprovação por parte de órgãos reguladores.

  • A Stefanini Scala, companhia formada pela fusão entre Stefanini e Scala, realizou a aquisição da startup Magma, especializada em tecnologia da informação para o segmento da saúde, sem valores anunciados;
  • A RHMED Consultores Associados realizou a aquisição de 100% das quotas da RH Vida Saúde Ocupacional, pelo valor de R$ 24 milhões, participação anteriormente detida pela NotreDame Intermédica;
  • A gestora de investimentos Geribá Investimentos realizou a aquisição da Polo Films, especializada em embalagens com polipropileno biorientado (BOPP), sem valores anunciados;
  • A Venture Builder SuperJobs realizou um aporte de capital na plataforma Apptite, aplicativo de delivery de comida artesanal que conecta cozinheiros a clientes em busca de comida saudável, sem valores anunciados;
  • O grupo norte-americano Group 1 Automotive realizou a incorporação dos ativos da Toyota Alpha Trevo Automóveis, localizada em São Paulo, sem valores anunciados;
  • A Vostok, gestora de investimentos suéca, liderou um aporte na fintech FinanZero, plataforma de marketplace de empréstimos pelo valor de R$ 12 milhões.
  • A rede norte-americana de pet shops, Petland, realizou a aquisição de 12 unidades da franquia brasileira 100% Pet, sem valores anunciados;
  • O grupo Sorridents, grupo de clínicas odontológicas, realizou a aquisição de 60% da rede de depilação a laser e estética GiOlaser, adquirindo 13 unidades no país, sem valores anunciados;
  • A UBM Brazil, organizador de eventos B2B, empresa subsidiária do grupo britânico UBM Plc, realizou a aquisição do grupo CanalEnergia, empresa de comunicação integrada com foco no setor elétrico, sem valores anunciados;
  • A holding Encontre Sua Franquia realizou a aquisição de 60% da rede de lavagem a seco de carros AcquaZero, sem valores anunciados;
  • O Grupo Zaffari realizou a aquisição do Shopping San Pelegrino, localizado em Caxias do Sul, passando a integrar a Divisão Shopping Centers, sem valores anunciados;
  • A empresa Central America Bottling Corporation, por meio de sua subsidiária peruana CBC Peruana, realizou a aquisição de 100% da Ambev Albacín S.A.C., subsidiária da Ambev Perú S.A.C, sem valores anunciados.

Glossário

Definições aplicadas neste relatório na categorização de uma transação

Aquisição de participações controladoras são aquelas em que o comprador obtém, na transação, o controle da empresa. Enquadram-se nesta categoria as transações de compra de 100% das ações, de uma participação majoritária (maior do que 50%, mesmo que por apenas uma ação), participações adicionais que transferem o controle para o comprador (por exemplo, um acionista que já possui 30% ao comprar uma participação adicional de 21%), ou qualquer outra transação em que fique explícito que o controle foi transferido para o comprador. 

Compra de participações não-controladoras são aquelas em que o controle da empresa não é transferido junto com as ações - tipicamente, são transações menores do que 50% do capital.

 

Contatos

Leonardo Dell'Oso

Sócio e líder de Deals, PwC Brasil

Tel: +55 (11) 3674 3417

Siga-nos