Fusões e Aquisições no Brasil - Janeiro 2019

Em janeiro de 2019 foram anunciadas 53 transações, aumento de 13% em comparação com janeiro de 2018

O mês de janeiro apresentou aumento de 13%, com 53 transações anunciadas, em relação ao mesmo mês de 2018 (47 transações).

O início de 2019 mantém o viés positivo demonstrado ao final de 2018, com os investidores confirmando a retomada das operações de M&A de forma cautelosa, observando a execução das medidas econômicas anunciadas.

Transações

Em janeiro de 2019, a região Sudeste apresentou 58% das transações anunciadas

A Região Sudeste inicia o ano com 58% do interesse do investidor nos negócios anunciados. Com 31 transações em janeiro, apresentou redução de 11% em comparação ao ano anterior (2018 - 35 transações).

O Estado de São Paulo com 45% das transações anunciadas em janeiro, representadas por 24 transações (2018 - 28 transações), sendo 19 negociações em São Paulo Capital e 5 transações em regiões no Interior de São Paulo.

Na Região Sul, foram anunciadas 4 negociações, mesmo volume apresentado em janeiro de 2018 (4 transações).

Transações fora do Brasil representam 9% do total de transações anunciadas neste primeiro mês, com 5 negócios (2018 - 5 transações).

O setor de TI inicia o ano de 2019 sendo preferência de investimento com 14 transações anunciadas em janeiro

5 principais setores correspondem a 74% do total


TI

14 Transações, crescimento de 27% em relação a 2018 (11 transações)

26% do total transacionado

View more

Serviços Públicos

8 Transações, crescimento de 300% em relação a 2018 (2 transações)

15% do total transacionado

View more

Serviços Auxiliares

7 Transações, crescimento de 250% em relação a 2018 (2 transações)

13% do total transacionado

View more

Exemplos de transações – Top 5 setores anual – Janeiro 2019

  • A Mobdiq, plataforma de monetização de venda por marketing p2p, realizou a aquisição da Confilio, plataforma focada em marketing digital por rede de afiliados e anunciantes, sem valores anunciados.
  • A CGN Energy, holding de investimentos em ativos não nucleares da chinesa CGN, realizou a aquisição de 100% dos ativos de geração de energia solar e eólica detidos pela Enel Green Power, pelo valor de R$2,9 bilhões.
  • A Selbetti, empresa catarinense de gestão de documentos e outsourcing de impressão, realizou a aquisição da NSK, empresa do mesmo segmento, sem valores anunciados.
  • O fundo Stratus SCP Brasil Coinvestimento II realizou a aquisição da Investfarma, proprietária da Drogaria DM, que controla a cadeia paulista de farmácias Poupafarma, sem valores anunciados.
  • A BS Holding Financeira, empresa do Grupo Folha, do qual faz parte a empresa PagSeguro, realizou a aquisição do Banco Brasileiro de Negócios, sem valores anunciados.

No mês de janeiro de 2019, os investidores nacionais se posicionaram a frente dos investidores estrangeiros em 67% das aquisições e compras minoritárias anunciadas

Investidores nacionais somam um total de 33 transações, crescimento de 65% quando comparado a janeiro de 2018 (20 transações), atingindo 67% de participação nas transações anunciadas.

Com 16 transações realizadas em janeiro de 2019, os investidores estrangeiros regrediram 20% em relação ao mesmo período de 2018 (20 negociações).

O perfil de transações em janeiro de 2019 apresenta aquisições de controle majoritário 45% a frente do volume de 2018

Perfil de Transação Total Variação (%) 
  2019 2018 2018-2019
Aquisições 42 29    45%
Compras 7 11   -36%
Joint Ventures  1   2   -50%
Fusão   2    3   -33%
Incorporação  1   2   -50%
Cisão   0   0 -

Estados Unidos, Singapura e Canadá foram responsáveis por 59% do total de transações envolvendo capital estrangeiro

Em janeiro de 2019 foram anunciadas 17 transações envolvendo capital estrangeiro, redução de 19% em comparação ao mesmo período do ano anterior (2018 - 21 transações).

  • EUA: com 47% do total das transações - 8 negociações, volume idêntico em comparação ao ano anterior (2018 - 8 transações);
  • Singapura: com 6% do total - 1 transação (2018 - 2 transações);
  • Canadá: com 6% do total - 1 transação (2018 - 1 transação).

59% de interesse em ativos brasileiros do total de transações estrangeiras.

Nota: Não inclui acordos. Fonte: PwC.

Private Equity

Em janeiro de 2019, os investidores financeiros estiveram presentes em 11 transações, aumento de 38% quando comparado ao mesmo período do ano passado (2018 - 8 transações).

Sendo 64% composto por investidores nacionais (7 transações) e 36% investidores estrangeiros (4 transações).

Das 8 transações anunciadas em janeiro de 2018, 38% investidores nacionais e 63% por investidores estrangeiros.


Nota: Transações divulgadas na imprensa. Não inclui acordos.

Transações selecionadas de janeiro 2019

  • A brasileira Positivo Tecnologia, braço de produção de eletroeletrônicos do Grupo Positivo, realizou a aquisição de 80% da Accept, fabricante baiana de computadores e dispositivos de armazenamento, sem valores anunciados;
  • A Mr. Jeff, empresa espanhola de lavanderias que atua por meio de plataforma digital, realizou a aquisição da paranaense Lava e Leva, rede de franquias de lavanderia, sem valores anunciados;
  • A Grin, startup mexicana de aluguéis de scooters elétricas e a brasileira Yellow, de aluguéis de bicicletas e scooters elétricas, anunciaram a fusão de suas operações, resultando na criação da Grow Mobility Inc. que irá atuar em países da américa latina;
  • O grupo português Sapec, que atua com especialidades agrícolas, realizou por meio da Tradecorp, sua representante no Brasil, a aquisição da Microquímica, produtora de inoculantes e fertilizantes agrícolas sediada em Campinas, sem valores anunciados;
  • A TNS, empresa norte-americana que atua com soluções em comunicação de dados M2M, realizou a aquisição da paraibana Link Solutions, do mesmo setor, sem valores anunciados;
  • O Grupo Bitcoin Banco, corretor brasileiro de criptomoedas, realizou a aquisição da carioca TemBTC, do mesmo segmento, sem valores anunciados.
  • O banco brasileiro Votorantim liderou um aporte no valor de USD 6 milhões na fintech brasileira Weel, que atua com plataforma de análise e antecipação de recebíveis para PME's por meio de inteligência artificial. Também participaram da rodada de aporte as gestoras de fundos Monashees Capital e Mindset Ventures;
  • A companhia brasileira Sinqia (ex-Senior Solution), que desenvolve softwares para o setor financeiro, realizou a aquisição da baiana Atena Tecnologia, empresa que fornece softwares para o setor de previdência, pelo valor de R$ 9 milhões;
  • O site Reclame Aqui, plataforma de relacionamento de consumidores e empresas, realizou a aquisição da startup de Campinas que faz auditoria de avaliações de venda, Trustvox, sem valores anunciados;
  • A chilena Sonda, que fornece serviços de TI, realizou a aquisição de 100% da brasileira M2M, que atua com soluções de TI para transporte público e mobilidade urbana, pelo valor de R$ 43 milhões;
  • O Hospital Esperança, do grupo brasileiro clínico hospitalar Rede D'or, realizou a compra minoritária do hospital Cardio Pulmonar da Bahia, hospital geral localizado em Salvador, sem valores anunciados.

Casos selecionados; não é uma lista exaustiva. Não representa necessariamente as maiores transações anunciadas, mas uma abordagem combinada de relevância e tamanho da operação anunciada. Algumas transações sujeitas a análise e aprovação por parte de órgãos reguladores.

Glossário

Definições aplicadas neste relatório na categorização de uma transação

Aquisição de participações controladoras são aquelas em que o comprador obtém, na transação, o controle da empresa. Enquadram-se nesta categoria as transações de compra de 100% das ações, de uma participação majoritária (maior do que 50%, mesmo que por apenas uma ação), participações adicionais que transferem o controle para o comprador (por exemplo, um acionista que já possui 30% ao comprar uma participação adicional de 21%), ou qualquer outra transação em que fique explícito que o controle foi transferido para o comprador. 

Compra de participações não-controladoras são aquelas em que o controle da empresa não é transferido junto com as ações - tipicamente, são transações menores do que 50% do capital.

Contatos

Leonardo Dell'Oso

Sócio e líder de Deals, PwC Brasil

Tel: +55 (11) 3674 3417

Siga-nos