A ascensão da economia circular

Planejando hoje a transição de energia do futuro

Decida sobre sua jornada circular

As empresas dos setores de energia, serviços públicos e recursos naturais têm potencial para desempenhar um importante papel no desenvolvimento de uma economia circular. Muitos dos avanços tecnológicos que poderiam acelerar a circularidade estão dentro da esfera de operação desses setores. Isso inclui inovações na composição e eficiência de materiais, eletrificação, produção de hidrogênio, bioquímica e química sintética, além de captura e uso de carbono.

 

“A circularidade está no cerne de muitos dos desafios trazidos pela pandemia global – a necessidade de racionalizar as operações, construir cadeias de suprimentos mais localizadas e criar resiliência. Abordá-los tendo a circularidade como princípio orientador traz como benefício novos modelos de negócios que podem gerar valor e fornecer vantagem competitiva.”

Jeroen van Hoof  – Líder global de Energia, Serviços Públicos e Recursos Naturais, PwC Holanda

Hora de pressionar reset

Cinco questões globais urgentes estão mudando radicalmente a maneira como milhões de pessoas vivem e trabalham: assimetria, disrupção, idade, polarização e confiança (nosso modelo ADAPT). A pandemia global acelerou a necessidade de mudanças, e a circularidade representa uma forma de pressionar o botão reset para enfrentar muitos dos desafios atuais.

• Disrupção: a circularidade é uma resposta à ameaça disruptiva das mudanças climáticas e da pressão sobre os recurso naturais, por meio do desenvolvimento de um modelo econômico mais sustentável.

• Assimetria e polarização: com a fragmentação crescente de comunidades e nações, a circularidade enfatiza a interdependência e o benefício mútuo.

• Confiança: conforme a confiança nas instituições vai diminuindo, a circularidade oferece uma oportunidade para desenvolver cadeias de suprimentos mais transparentes e demonstrar práticas ambientalmente e socialmente responsáveis.

 

De uma economia linear para uma circular

As preocupações com o clima têm pressionado os modelos econômicos e de negócios tradicionais do tipo “extrair, fabricar, descartar”. Em contraste com essas abordagens lineares, a circularidade separa a atividade econômica do consumo de materiais e energia, criando ciclos fechados em que o desperdício é reduzido ou mesmo eliminado. Nesses ciclos, ocorre também a reutilização dos recursos, inclusive do carbono. Mesmo empresas com modelos de negócios lineares por natureza, como petróleo e gás ou mineração, podem introduzir elementos de circularidade em suas operações. Dessa forma, vemos o que a circularidade pode proporcionar às empresas nos setores de energia, serviços públicos e recursos naturais. 

 

Princípios e estratégias de circularidade

 

A circularidade pode estar centrada em três princípios abrangentes (priorizar insumos renováveis, maximizar o uso dos produtos, recuperar subprodutos e resíduos), que definem dez estratégias correspondentes. O diagrama ilustra o fluxo contínuo de recursos na fase de produção/distribuição e na fase de consumo.

 

Da perda ao ganho de recursos

Em geral, as empresas dos setores de energia, serviços públicos e recursos naturais estão examinando o uso de recursos com novos olhos e se esforçando para eliminar os riscos dos modelos de negócios. A circularidade fornece uma lente útil para considerar opções estratégicas, garantindo que os recursos sejam usados com mais cuidado e, sempre que possível, tratados como ativos que têm valor permanente (cradle-to-cradle).

 

Seis etapas que as empresas podem seguir para adotar a circularidade

Mapeie suas oportunidades circulares

Avalie para onde seu direcionamento e sua pegada operacional atuais estão levando você. Avalie as oportunidades de alcançar a circularidade, examinando internamente suas operações e, externamente, a comunidade de fornecedores, clientes e stakeholders.

Comunique claramente sua estratégia e visão

Defina a sua ambição de circularidade e dê a ela o suporte estratégico necessário, garantindo que seja amplamente comunicada e compreendida por quem deve cumpri-la.

Planeje sua rota de transformação circular

Para algumas empresas, talvez sejam pequenos passos. Para outras, isso exigirá a transformação de todo o modelo de negócios. Identifique os recursos específicos da empresa que permitirão sua transição para a economia circular.

Desenvolva colaborações e estruturas circulares

Estabeleça os relacionamentos e alianças de que você precisará para desenvolver um ecossistema circular eficaz. Ecossistemas circulares precisam ser parte de frameworks de apoio dentro de mercados em bom funcionamento, ter regras claras, uma infraestrutura dedicada e uma rede logística.

 

Meça, analise e comunique seu progresso rumo à circularidade

Monitore seus passos rumo à circularidade com processos de gestão e comunicação adequados e use esses processos para refinar ainda mais sua estratégia circular.

 

Mova-se antes de seus concorrentes, clientes e reguladores

É melhor facilitar sua própria transformação circular, em vez de deixar que os outros o ultrapassem e se ver tentando alcançá-los.

 

Contatos

Ronaldo Valino

Ronaldo Valino

Sócio e líder do setor de energia e serviços de utilidade pública, PwC Brasil

Tel: +55 (21) 3232 6112

Siga-nos