Pesquisa Global sobre Fraudes e Crimes Econômicos 2018

Quatro ações que a sua empresa deve executar agora para se proteger

Inovadora, oportunista e cada vez mais difundida, sobretudo por causa do avanço da tecnologia, a fraude e o crime econômico são hoje os maiores concorrentes que uma empresa poderia ter.

O combate ao problema evoluiu de uma questão operacional ou jurídica para tornar-se um aspecto essencial dos negócios. Os criminosos têm objetivos mais estratégicos e métodos mais sofisticados. Além disso, o público exige mais transparência e os regimes regulatórios tornaram-se muito mais fortes, com regras mais rigorosas e, muitas vezes, cooperação transnacional. 

Diante desse quadro, tanto as empresas quanto as nações estão reconhecendo que a corrupção e a fraude tornaram-se caras demais e que elas representam um obstáculo à capacidade de competir no cenário mundial.

É o momento de as organizações adotarem uma visão mais holística da fraude, que reconheça o problema como verdadeira ameaça, uma indústria subterrânea com tentáculos em todos os países, setores de atuação e funções corporativas, e não um mero “custo de fazer negócios”. 

Nossa Pesquisa Global sobre Fraudes e Crimes Econômicos 2018 orienta as empresas no combate ao problema em quatro áreas essenciais:

Contatos

Leonardo Lopes
Sócio, PwC Brasil
Tel: +55 (11) 3674 3826
Email

Francisco Macedo
Sócio, PwC Brasil
Tel: +55 (11) 3674 2583
Email

José Figueira
Sócio, PwC Brasil
Tel: +55 (11) 3674 2892
Email

Siga-nos