Somos gamers

O crescimento do número de smartphones foi acompanhado por um aumento de aplicativos e jogos para dispositivos móveis. Jogos móveis muito acessíveis, como Candy Crush Saga, abriram o mercado para novos consumidores, e embora a maioria ainda gaste pouco ou nenhum dinheiro em jogos, a predisposição para gastar está aumentando. Este tipo de gasto, chamado de microtransações, representou 43% dos gastos com games no Brasil em 2016 e, com um crescimento médio anual de 13%, deve chegar a US$498 milhões em 2021.

O sucesso em 2016 do Pokemon Go, lançado no Brasil em agosto de 2016, foi outro bom exemplo do grande apelo dos jogos para celular. A fórmula foi explorada com sucesso por outros jogos, como Clash of Clans e Game of War. O Minecraft também está fazendo sucesso, principalmente entre as crianças, que têm criado diversos canais no YouTube para falar sobre o jogo.

Por outro lado, o mercado de games brasileiro tem sofrido com as altas taxas de importação. Por esse motivo, houve um crescimento das importações de grey market (cópias lançadas em outro mercado e enviadas para o Brasil, sem tributação). Como em muitos mercados em desenvolvimento, os altos custos, combinados com baixos rendimentos disponíveis, têm incentivado o crescimento da pirataria.

 

Principais dados da pesquisa para games no Brasil:

  • O gasto com games em 2016 chegou a US$644 milhões no Brasil. Em 2021, a expectativa é que atinja US$1,4 bilhão, com crescimento médio de 17% ao ano.
  • Quase 100% da receita de games no Brasil vem das plataformas digitais e é impulsionada por jogos para dispositivos móveis (social/casual) que deve sair de US$220 milhões em 2016 para US$712 milhões em 2021, crescendo, em média, 26% ao ano.
  • O país se tornou um importante polo de games na América Latina, com grandes feiras e eventos do setor, como o Brasil Game Show. Para jogos de PC, há o Campeonato Brasileiro de League of Legends, que atrai multidões para as arenas de disputa.
  • Jogos tradicionais (mídias físicas para console e PC) caem a uma média de 2% ao ano, saindo de US$78 milhões em 2016, para US$69 milhões em 2021.
Gastos do consumidor para jogar no Brasil 2017 – 2021 (US$ Milhões)

Contatos

Sérgio Zamora
Sócio e líder do setor de tecnologia, mídia e telecomunicações
Tel: +55 (11) 3674 3699
Email

Siga-nos