Fusões e Aquisições no Brasil - Julho 2020

No período acumulado até julho de 2020 foram anunciadas 483 transações

NNo mês de julho foram anunciadas 88 transações, volume 22% superior ao mesmo mês de 2019 (72 transações).

No período de janeiro a julho de 2020 foram anunciadas 483 transações, um volume 23% superior à média dos últimos 5 anos (392 transações), com aumento de 5% em relação ao mesmo período do ano anterior (462 transações).

Em julho a quantidade de negócios anunciados se mostra semelhante a dos dois primeiros meses do ano de 2020 (89 em janeiro e 79 em fevereiro) demonstrando uma tendência de recuperação do mercado de M&A, muito afetado no período de março a maio, pelos efeitos do COVID-19 e das correspondentes medidas de contenção da pandemia no Brasil.

Nota: Transações divulgadas na imprensa. Não inclui acordos.

Transações

Nota: Transações divulgadas na imprensa. Não inclui acordos.

A Região Sudeste representa 66% das transações anunciadas até julho de 2020

A Região Sudeste mantém 66% do interesse dos investidores nos negócios anunciados. Com 321 transações até julho de 2020, apresentou aumento de 6% em comparação ao mesmo período do ano anterior (2019 - 302 transações).

No mês de julho foram anunciadas 56 transações no Sudeste, 4% superior ao apresentado em julho de 2019 (54 transações).

O Estado de São Paulo concentra 53% das transações anunciadas até julho de 2020, representadas por 254 transações (julho de 2019 - 229 transações), sendo 220 transações na região metropolitana de São Paulo e 34 transações em regiões no Interior de São Paulo.

Na Região Sul, foram anunciadas 80 transações, aumento de 21% em relação ao mesmo período de 2019 (66 transações).

Transações fora do Brasil representam 5% do volume anunciado em 2020, com 22 negócios (2019 - 28 transações).

Transações por região – acumulado de 2019

Transações por região – acumulado de 2019

Nota: Não inclui acordos.

O setor de TI se mantém na liderança, com 172 de transações no período acumulado até julho

Os 5 principais setores correspondem a 61% do total de transações (com 295 transações)   


TI

172 transações, crescimento de 26% em relação ao mesmo período de 2019 (com 136 transações)  - 36% do total transacionado

View more

Serviços Auxiliares

40 transações. aumento de 5% em relação ao mesmo período de 2019 (com 38 transações)   - 8% do total transacionado

View more

Serviços Públicos

28 transações, redução de 36% em relação ao mesmo período de 2019 (com 44 transações) - 6% do total transacionado

View more

Nota: Transações divulgadas na imprensa. Não inclui acordos.

Exemplos de transações – Top 5 setores anual

  • A Zenvia, desenvolvedora de softwares, realizou a aquisição da Sirena, startup argentina que oferece soluções de comunicação entre times de venda, sem valores anunciados;
  • A WEG, multinacional brasileira, anunciou a aquisição de 51% da Mvisia, startup brasileira de inteligência artificial e visão computacional, sem valores anunciados.
  • A brasileira Stefanini, empresa de consultoria digital e soluções de negócios baseadas em tecnologia, anunciou a aquisição da Haus, holding de comunicação e marketing de Porto Alegre (RS), sem valores anunciados;
  • A Unilever, multinacional britânico-holandesa de bens de consumo anunciou a aquisição do Grupo Acerte, rede de franquias com 123 lojas de serviços de lavanderia, sem valores anunciados.
  • A CCR, empresa de concessões de infraestrutura, anunciou a compra minoritária de 12,79% de participação na RodoNorte, empresa que administra rodovias no Paraná, passando a deter a totalidade do capital social da concessionária;
  • A Valmont, empresa norte-americana de equipamentos de irrigação da marca Valley, anunciou a aquisição da Solbras, brasileira de energia fotovoltaica de São João da Boa Vista (SP), sem valores anunciados.
  • A Hapvida, operadora brasileira de planos de saúde, realizou a aquisição de 85,7% do Grupo São José, de saúde suplementar no Vale do Paraíba (SP), pelo valor de R$ 320 milhões;
  • A DASA, companhia brasileira de medicina diagnóstica, anunciou a aquisição da São Marcos, laboratório de análises clínicas de Belo Horizonte (MG), sem valores anunciados.
  • A Neon Pagamentos, fintech de conta digital, anunciou a aquisição da Magliano Invest, corretora brasileira de investimentos, sem valores anunciados;
  • A Credit Suisse, banco de investimentos suíço, anunciou a compra minoritária de 35% do Modalmais, plataforma digital do Banco Modal, sem valores anunciados.

Nota: Transações divulgadas na imprensa. Não inclui acordos.

Exemplos de transações – Top 5 setores de Julho – 2020

A Wipro, empresa indiana de serviços de TI e consultoria, realizou a aquisição da IVIA, companhia de Fortaleza (CE) que desenvolve soluções de gerenciamento de projetos, sem valores anunciados.

O grupo Verzani & Sandrini, brasileiro de facilities, realizou a aquisição da HigiServ, empresa de Curitiba (PR) do mesmo segmento, sem valores anunciados.

O banco brasileiro Itaú Unibanco, realizou a aquisição da Verbank Securities, corretora de valores do Paraguai, sem valores anunciados.

A Bahema, holding educacional brasileira, anunciou a aquisição através do Centro de Formação de Educadores da Vila, da Escola Autonomia, instituição de ensino básico em Florianópolis (SC), pelo valor de R$ 29,4 milhões.

A Tarpon, gestora brasileira de investimentos, anunciou a aquisição de controle majoritário da Agrivalle, produtora brasileira de insumos biológicos agrícolas, pelo valor de R$ 160 milhões.

No período consolidado de 2020 as transações envolvendo investidores nacionais correspondendo a 75% das aquisições e compras minoritárias, uma máxima histórica para o período

No período acumulado até julho de 2020 houve um crescimento de 16% do interesse de investidores nacionais (com 348 transações), comparado ao mesmo período do ano de 2019, quando os investidores nacionais concretizaram 301 transações. Neste contexto, as transações envolvendo investidores nacionais representam 75% do total de aquisições e compras anunciadas.

Com 118 transações realizadas até julho de 2020, os investidores estrangeiros regrediram 11% em relação ao mesmo período de 2019, quando realizaram 132 transações.

Nota: Transações divulgadas na imprensa. Não inclui acordos.

As aquisições de controle majoritário representam 53% do transacionado em julho

Perfil de Transação Volume de transações Variação (%) 
  2020 2019 2018-2019
Aquisições 285 278 3%
Compras 181 155 17%
Joint Ventures 5 14 -64%
Fusão 11 10 10%
Incorporação 1 5 -80%
Cisão 0 0 -

Nota: Transações divulgadas na imprensa. Não inclui acordos.

Estados Unidos, França e Canadá foram responsáveis por 48% do total de transações envolvendo capital estrangeiro

O período acumulado até julho de 2020 conta com o anúncio de 119 transações envolvendo capital estrangeiro, volume 17% inferior ao mesmo período em 2019 (143 transações).

Em julho foram anunciadas 19 transações realizadas por capital estrangeiro, redução de 14% em comparação ao mesmo mês do ano anterior (2019 - 22 transações).

  • EUA: com 32% do total das transações - 38 transações, volume 19% inferior em comparação ao ano anterior (2019 - 47 transações);
  • França: com 8% do total - 10 transações (2019 - 9 transação);
  • Canadá: com 8% do total - 9 transações (2019 - 8 transação).

EUA, França e Canadá - 48% de interesse em ativos brasileiros do total de transações estrangeiras

Nota: Transações divulgadas na imprensa. Não inclui acordos.

Privatizações

No mês de julho de 2020, foram registradas 2 transação de privatização, mesma quantidade registrada em julho de 2019.

As transações de capital nacional representam 67% do total (6 transações), enquanto que os investidores de capital estrangeiro representam os 33% restante (3 transações).

Concessões do setor de serviços públicos são a maioria entre as transações anunciadas até julho, representando 78% do total (7 transações).

Dentre as transações de serviços públicos estão incluídas infraestrutura energética, concessões de portos, aeroportos, rodovias, ferrovias e transporte urbano.

Exemplos - 2020

  • A Ouro Preto Óleo e Gás, exploradora e produtora de petróleo e gás natural, realizou através da OP Pescada a aquisição da participação de 65% da Petrobras nos campos de produção Pescada, Arabaiana e Dentão, do Polo Pescada na Bacia Potiguar do Rio Grande do Norte, pelo valor de USD 1,5 milhão;
  • A Omega Geração, companhia brasileira de energias renováveis, anunciou a aquisição de toda a participação da Eletrobrás no Complexo Chuí, no Rio Grande do Sul, com cinco parques eólicos. Pelo valor de R$ 500 milhões.

Private Equity

No período acumulado até julho de 2020, os investidores financeiros estiveram presentes em 143 transações, aumento de 38% quando comparado ao mesmo período do ano passado (2019 - 104 transações). Sendo 75% investidores nacionais (107 transações) e 25% investidores estrangeiros (36 transações) em 2020.

No mês de julho de 2020, os investidores financeiros estiveram presentes em 26 transações, aumento de 63% em relação ao mesmo mês de 2019 (16 transações), sendo 65% investidores nacionais (17 transações) e 35% investidores estrangeiros (9 transações).

Das 16 transações anunciadas em julho de 2019, 56% foram compostas por investidores nacionais e 44% por estrangeiros.


Nota: Transações divulgadas na imprensa. Não inclui acordos.

Transações selecionadas de julho 2020

  • A Y Combinator, aceleradora americana, realizou um aporte de valor não revelado na Conta Simples, fintech brasileira que cria conta bancária digital voltada a PMEs;
  • A Tarpon, gestora brasileira de investimentos, anunciou a aquisição de controle majoritário da Agrivalle, produtora brasileira de insumos biológicos agrícolas, pelo valor de R$ 160 milhões;
  • A Docsity, plataforma italiana de estudos, realizou a aquisição da Estudar com Você, plataforma brasileira de educação a distância voltada ao ensino superior, sem valores anunciados;
  • A Maestro Frotas, empresa brasileira de terceirização e gestão de frotas, anunciou a aquisição da Vox Frotas, brasileira do mesmo segmento, sem valores anunciados;
  • A Trybe, escola de desenvolvimento de software, anunciou a aquisição da Codenation, do mesmo segmento e sediada em Florianópolis (SC), sem valores anunciados;
  • A AgroVen, venture capital brasileira, realizou um aporte de valor não revelado na AgroBee, agtech de Ribeirão Preto (SP) que conecta produtores e apicultores e oferece plataforma de gestão para polinização.
  • A Movile, empresa de desenvolvimento de plataformas, realizou um aporte na colombiana Mensajeros Urbanos, plataforma de entrega expressa, sem valores anunciados;
  • A Apex Partners, gestora brasileira de investimentos, liderou um aporte no valor de R$ 8 milhões na Spark, empresa brasileira de marketing de influência;
  • A Treecorp, gestora brasileira de private equity realizou um aporte no valor de R$ 100 milhões na Zee.Dog, marca de acessórios para cães e gatos do Rio de Janeiro;
  • A Monte Bravo, escritório de assessoria de investimento, anunciou a aquisição da Bolso Forte, empresa brasileira de educação financeira, sem valores anunciados;
  • A WEG, multinacional brasileira, anunciou a aquisição de 51% da BirminD, startup de Sorocaba (SP), de soluções de otimização industrial por meio de inteligência artificial, sem valores anunciados;
  • O SMS Group, grupo alemão de construção de plantas industriais e engenharia mecânica, anunciou a aquisição da Vetta, desenvolvedora mineira de soluções transformação digital, sem valores anunciados.

Casos selecionados; não é uma lista exaustiva. Não representa necessariamente as maiores transações anunciadas, mas uma abordagem combinada de relevância e tamanho da operação anunciada. Algumas transações sujeitas a análise e aprovação por parte de órgãos reguladores.
Nota: Transações divulgadas na imprensa. Não inclui acordos.

 

Transações selecionadas de janeiro a junho 2020

  • A Agora Telecom, empresa brasileira de soluções em telecomunicações, anunciou a aquisição da Fit Network, empresa brasileira de soluções de videomonitoramento, conectividade e comunicação, pelo valor de USD 1 milhão;
  • A Vero Internet, provedora de internet controlada pela Vinci Partners, anunciou a aquisição da MKA Telecom, provedora de Santa Catarina, sem valores anunciados;
  • A DaVita, rede norte-americana de tratamentos renais, por meio de sua subsidiária brasileira, anunciou a aquisição da Pronomed, clínica de Campinas (SP) especializada em diálise, sem valores anunciados;
  • A Canary, gestora brasileira de investimentos, realizou um aporte de valor não revelado na Genial Care, clínica brasileira de atendimento a pessoas diagnosticadas com autismo;
  • A Seidor, empresa espanhola de serviços e soluções SAP, realizou a aquisição da brasileira Exakta, que atua com soluções SAP para recursos humanos, sem valores anunciados;
  • A Stone, empresa brasileira de meios de pagamento, anunciou um aporte na Delivery Much, startup de entrega de comidas para cidades de pequeno e médio porte, sediada em Santa Maria (RS), sem valores anunciados.
  • A Gupy, empresa brasileira que desenvolveu uma plataforma de recrutamento e seleção com inteligência artificial, recebeu um aporte no valor de R$ 40 milhões da Oria Capital, gestora de fundos brasileira;
  • A Festval, grupo supermercadista de Curitiba (PR), realizou a aquisição de 4 lojas da cadeia de supermercados Pão de Açúcar no estado, sem valores anunciados;
  • A MobBuy, plataforma brasileira de meio de pagamento por smartphone anunciou a fusão com a área de subadquirência da brasileira Infocards;
  • A Totvs, desenvolvedora brasileira de sistemas de ERP, anunciou a aquisição da Wealth Systems, desenvolvedora paranaense de softwares de CRM e SFA, pelo valor de R$ 27 milhões;
  • A Piemonte Holding, banco brasileiro de investimentos, anunciou a aquisição da Vertentis, fintech que desenvolve soluções de cibersegurança e trading robotizado para o mercado de capitais, sem valores anunciados;
  • A DNA Capital, gestora brasileira de investimentos em saúde e a norte-americana Valor Capital realizaram um aporte no valor de R$ 60 milhões na baiana Sanar Saúde, plataforma de educação para profissionais da saúde.

Casos selecionados; não é uma lista exaustiva. Não representa necessariamente as maiores transações anunciadas, mas uma abordagem combinada de relevância e tamanho da operação anunciada. Algumas transações sujeitas a análise e aprovação por parte de órgãos reguladores.

Transações selecionadas de janeiro a junho 2020

  • A Klabin, fabricante brasileira de papéis para embalagem, anunciou a aquisição dos ativos de papelão ondulado e papéis para embalagens da norte-americana International Paper no Brasil, sem valores anunciados;
  • A Sinch, empresa sueca de soluções de telecomunicações em nuvem, anunciou a aquisição da Wavy, empresa brasileira de soluções de mensagem e CRM pertencente à Movile, pelo valor de R$ 610 milhões;
  • A Sterna Café, rede brasileira de cafeterias, realizou a aquisição de 52,5% da unidade fabril da Flamy, rede de Hortolândia (SP) de franquias especializadas em bolos, doces e kits para festa, pelo valor de R$ 1 milhão;
  • A Hypera Pharma, farmacêutica brasileira, anunciou a aquisição de um portfólio de 18 medicamentos na América Latina da japonesa Takeda Pharmaceutical International, pelo valor de USD 825 milhões;
  • A SuperJobs, gestora de venture capital brasileira, anunciou um aporte na mineira Metha Energia, empresa de geração distribuída, sem valores anunciados;
  • A Afya Educacional, grupo brasileiro de ensino superior, anunciou a aquisição do Centro Universitário São Lucas (UniSL), de Rondônia, pelo valor de R$ 341,6 milhões.
  • A Scor, resseguradora francesa, anunciou a aquisição de participação majoritária na AgroBrasil, operadora de seguro agrícola de Porto Alegre (RS) que também atua com gerenciamento de riscos, sem valores anunciados;
  • A GoodStorage, empresa brasileira de locação de espaço para auto armazenagem, anunciou a aquisição da MetroFit, do mesmo segmento e com três unidades, sem valores anunciados;
  • O Grupo Meridional, rede de hospitais no Brasil, anunciou a aquisição da Marternidade Santa Úrsula, de Vitória (ES), sem valores anunciados;
  • O Nubank, banco digital brasileiro, anunciou a aquisição da brasileira Plataformatec, empresa de consultoria e treinamentos, especializada em engenharia de softwares, sem valores anunciados;
  • A Sapore, empresa brasileira de alimentação coletiva, anunciou a aquisição do controle, pela sua controladora Abanzai, da startup brasileira Lucco Fit, que prepara e entrega comidas saudáveis congeladas;
  • As empresas brasileiras Movere Viagens e Corp Travel, do segmento de turismo corporativo, anunciaram a fusão de suas operações, originando a Dynamic Travel Group Viagens.

Casos selecionados; não é uma lista exaustiva. Não representa necessariamente as maiores transações anunciadas, mas uma abordagem combinada de relevância e tamanho da operação anunciada. Algumas transações sujeitas a análise e aprovação por parte de órgãos reguladores.

Glossário

Definições aplicadas neste relatório na categorização de uma transação

Quanto ao tipo de transação:

Aquisição de participações controladoras são aquelas em que o comprador obtém, na transação, o controle da empresa. Enquadram-se nesta categoria as transações de compra de 100% das ações, de uma participação majoritária (maior do que 50%, mesmo que por apenas uma ação), participações adicionais que transferem o controle para o comprador (por exemplo, um acionista que já possui 30% ao comprar uma participação adicional de 21%), ou qualquer outra transação em que fique explícito que o controle foi transferido para o comprador.

Compra de participações não-controladoras são aquelas em que o controle da empresa não é transferido junto com as ações - tipicamente, são transações menores do que 50% do capital.

Fusão é quando duas empresas juntam suas operações e deixam de existir isoladamente, dando origem a uma terceira nova empresa.

Joint venture caracteriza-se por ser um empreendimento de dois ou mais sócios em uma nova empresa, sendo que os sócios continuam a existir com suas operações independentes. É diferente de um acordo comercial (uma representação, por exemplo), em que não existe a criação de uma nova empresa.

Incorporação acontece quando uma empresa absorve as operações de outra, que deixa de existir.

Cisão é o tipo de transação em que uma empresa é dividida, surgindo daí uma outra empresa. É caso das empresas que querem separar os negócios em unidades independentes.

Quanto aos setores:

Serviços públicos abrangem empresas e concessões de infraestrutura e operação de eletricidade, portos, aeroportos, saneamento, limpeza pública, rodovias, estradas, ferrovias, transporte e quaisquer outros serviços prestados de utilidade pública.

Serviços auxiliares incluem companhias de administração e participação, assessoria, publicidade e propaganda, marketing, serviços legais, serviços de limpeza, segurança, BPO, tratamento de afluentes, locação (geral), consultoria e laboratórios de análises químicas e ambiental.

Contatos

Leonardo  Dell'Oso

Leonardo Dell'Oso

Sócio e líder de Deals, PwC Brasil

Tel: +55 (11) 3674 2000

Siga-nos