Governança

A pressão para que as empresas prestem conta de suas ações, sejam transparentes e socialmente responsáveis nunca foi tão grande. A boa governança é essencial para prosperar nesse ambiente.

Como desenvolver a boa governança

As maiores vítimas da crise financeira global foram a credibilidade e a confiança. A cobrança sobre as empresas privadas e as instituições públicas atualmente é muito maior. Há forte expectativa de que elas expliquem suas práticas de negócios, tornem claros os seus relacionamentos, justifiquem seus modelos de remuneração, discutam seus planos de sucessão e contribuam mais amplamente com a sociedade.

E elas precisam satisfazer não apenas aos investidores, mas também aos órgãos reguladores e ao público em geral. Ao entrarem em novos mercados, muitas delas acabam se envolvendo com uma variedade maior de stakeholders, cada um dos quais requer informações diferentes.

Paralelamente, as tecnologias digitais estão transformando a maneira como nos comunicamos. As pessoas podem ter mais informações sobre as empresas e falar delas como nunca antes. Novos riscos, incluindo novas formas de risco, também estão surgindo, e carga regulatória não para de aumentar. Tudo isso está elevando a níveis jamais vistos a pressão para que as empresas prestem contas de suas ações, sejam transparentes e socialmente responsáveis.


O que isso significa para o seu negócio?

Qualquer organização que queira sobreviver e alcançar o sucesso terá que adotar novas regulamentações e tecnologias, gerenciar novos riscos e se preparar para o futuro com um sólido planejamento de sucessão. Isso significa que muitas empresas privadas e instituições públicas precisarão de novos modelos de governança.

A alta administração também terá que assumir mais responsabilidades de supervisão, já que o simples cumprimento das regras não bastará. A equipe de gestão terá que comunicar suas políticas de governança, processos e cultura organizacional a todos os stakeholders. Também terá que ir além dos relatórios tradicionais e abordar questões como sustentabilidade e contribuições fiscais.

A divulgação transparente é a chave para criar confiança e mudar a maneira como os stakeholders e os mercados externos enxergam seus negócios. Mas a transparência sozinha não é suficiente. Demonstrar boa governança envolve mais do que estabelecer comunicação, exige criar um verdadeiro diálogo com os stakeholders.

Contatos

Siga-nos