Serialização e rastreabilidade de medicamentos

Mais que uma exigência regulatória, uma plataforma para gerenciar melhor a produção, os estoques e o relacionamento com o consumidor

A serialização e rastreabilidade dos medicamentos produzidos no país será exigida a partir de abril de 2022, mas o planejamento dessa mudança complexa e desafiadora precisa começar agora. Todos os elos da cadeia de suprimentos deverão fornecer ao Sistema Nacional de Controle de Medicamentos (SNCM) dados sobre a trajetória de cada produto, desde a fabricação até os dispensadores, como farmácias e hospitais.

Com o nosso conhecimento da indústria farmacêutica, experiência internacional nesse tema e visão das boas práticas de gestão da cadeia de suprimentos, nós, na PwC, podemos orquestrar os esforços de todos os elos da cadeia de valor da sua empresa para garantir uma implementação integrada, ágil e efetiva do seu sistema de serialização e rastreabilidade.

 

Um processo de alta complexidade

Principais desafios

  • Quais são os impactos no modelo de negócios, nos processos e sistemas atuais e quais mudanças precisarão ser feitas?
  • Como garantir que todas as áreas da empresa e todos os participantes da cadeia de valor (fabricante, operador logístico, distribuidor e dispensadores) estejam prontos para a implantação (integração horizontal)?
  • Quais são os investimentos necessários para o sucesso da implementação?
  • Quais novos controles serão necessários para garantir a conformidade com a regulamentação, especialmente na integração vertical com a Anvisa?

Benefícios da mudança

  • Fortalecimento da marca
  • Entendimento dos hábitos do consumidor
  • Melhor gestão de estoques
  • Benefícios ambientais
  • Qualidade e segurança

Contatos

Rodrigo Damiano

Sócio, PwC Brasil

Tel: +55 (11) 3674 2000

Jacques Moszkowicz

Diretor, PwC Brasil

Tel: +55 (11) 3674 2000

Siga-nos